Problemas comuns na retenção de clientes das empresas

Problemas comuns na retenção de clientes das empresas

Ter uma gestão financeira eficiente é um objetivo de qualquer empreendedor, já que assim conseguem escalar no mercado e atrair mais clientes.Um grande desafio é a retenção de novos clientes. 

Porém neste percurso de vida de empreendedor, com certeza problemas aconteceram em diversos setores da empresa, como problemas na equipe, planejamento e execução de tarefas. E na retenção de clientes não é diferente. 

Separamos neste artigo alguns problemas que você pode encontrar e formas de solucioná-los rapidamente.

Aproveite a leitura!

O que é retenção de clientes? 

A retenção de clientes é a manutenção do vínculo do cliente com a empresa. Reter clientes é evitar perdê-los e mantê-los fiéis à marca, incentivando o consumo de produtos ou serviços, preferindo a sua marca aos concorrentes, com consciência e responsabilidade.

A retenção pode ser utilizada para qualquer tipo de empresa,como por exemplo em serviços de assinatura como canais de TV, revistas, aplicativos e streamings. 

Nos serviços de streaming, por exemplo, este conceito é muito aplicado. O serviço é contratado com uma assinatura e existe um grande interesse e esforço por parte da empresa para que o assinante mantenha o vínculo. 

Então, independente do setor ou serviço oferecido, cada vez mais as empresas estão investindo nos clientes, já que muito além de realizar a aquisição de novos clientes, é preciso fazer com que eles permaneçam adquirindo seus produtos.

5 problemas comuns na retenção de clientes das empresas

Para manter seus clientes, é importante estar atento aos problemas que podem ser mais comuns e com isso evitá-los.  Em caso de já estar acontecendo, o jeito é corrigir o mais breve possível para possibilitar a fidelização. 

A seguir, você pode conferir uma lista dos problemas mais recorrentes nas empresas quando o assunto é retenção de clientes.

  1. Não conhecer o cliente 

Conhecer o cliente, no início pode parecer difícil, mas este processo deve ser feito, afinal se você não conhecer seu cliente, você corre o risco de oferecer produtos e serviços para a pessoa errada e deixar de vender por não estar mirando no consumidor correto. 

Então, esteja de olho no perfil do seu cliente através dos recursos disponíveis . Um deles é a buyer persona, que é o resultado de uma coleta de dados, pesquisa de mercado, hábitos de consumo e características do seu público-alvo. 

Com todas essas informações, você consegue entender quem é seu cliente ideal, como ele se comporta no dia a dia e como você vai oferecer seu serviço ou fazer com que ele chegue até o seu negócio. 

  1. Ignorar as necessidades dos clientes 

Um cliente irritado e descontente é muito prejudicial para os negócios e pode influenciar nas vendas. Isso porque ele pode deixar de comprar e ainda avaliar mal a sua empresa nas redes sociais, criando uma imagem negativa entre outros consumidores.

Por isso, ouça o que o cliente tem a dizer, entenda as suas necessidades, dores e desejos, acompanhe o ciclo de vida. Questione o que ele busca e preste um atendimento personalizado. Assim, você capta o que ele precisa e oferece produtos que atendam diretamente esta necessidade.

  1. Problemas na gestão

Quem trabalha com equipes e ainda precisa realizar várias tarefas sabe o quanto gerenciar tudo se torna um grande desafio. 

Nesse sentido, o alinhamento da equipe e o direcionamento correto é fundamental para que todos estejam trabalhando pelo mesmo propósito. Assim, a experiência do cliente é cada vez melhor e ele é atendido por seus colaboradores da melhor forma possível. 

Esteja ciente das atividades realizadas pelos funcionários, com isso, o seu direcionamento será muito mais certeiro. 

  1. Periodicidade errada 

Uma das formas de fidelizar o cliente é manter contato com ele. Mas independente do canal utilizado, é importante que esse contato seja feito no momento certo e em uma quantidade adequada.

Muitas vezes, comunicar de forma exagerada pode ser prejudicial ao seu relacionamento com o cliente, podendo saturar. Já em outros casos, o pouco relacionamento pode ser um problema. 

E marcas que não são lembradas por seus usuários, perdem espaço para outras que estão sempre presentes. 

  1. Falta de mensurar os resultados

Os dados são fundamentais para estabelecer melhorias, mas muitas vezes não são coletados nem mensurados. Caso isso esteja acontecendo na sua empresa, você pode estar entregando algo diferente do esperado ou não deixando o cliente completamente satisfeito. 

As métricas são importantes para medir os resultados alcançados e entender onde estão os erros para corrigi-los e performar melhor nas próximas ações. Elas podem ser usadas tanto para medir o atendimento, quanto o impacto nas vendas e fidelização dos clientes. 

5 dicas para resolver problemas comuns na retenção de clientes

Agora que você já sabe dos problemas na retenção de clientes, é muito importante traçar formas de como resolvê-los. 

Pensando nisso, separamos algumas estratégias que são fundamentais para sua empresa. 

Tenha objetivos 

Antes de colocar as suas estratégias em prática, você precisa identificar quais são os objetivos que devem ser atingidos. Dessa forma, no momento de realizar relatórios e métricas, será muito mais fácil identificar quais metas foram alcançadas 

Implemente suas ideias 

Logo após traçar seus objetivos, é hora de colocar em prática. Com novas ideias implementadas será uma boa oportunidade de atrair novos consumidores e re-conquistar aqueles que já foram conquistados um dia.

Invista em atendimento 

Priorizar o bom atendimento é fundamental para a fidelização do cliente. Quanto mais ele se sentir bem atendido, mais altas serão as chances de se tornar frequente.

Por isso, invista em diversos canais de atendimento, com comunicação assertiva, priorizando também a qualidade.  

Foque na boa experiência 

Os clientes não estão somente em busca de bons produtos, mas também na busca de melhores experiências de compra. 

Nesse sentido, seu serviço deve ser satisfatório desde o início da jornada do consumidor. Aqui vale otimizar o tempo de compra e entrega com bom sistema de atendimento e produtos e serviços  de qualidade. 

Como vimos neste artigo, você pode encontrar problemas, mas também existem soluções como investir em atendimento, melhorar a experiência do usuário e muito mais. 

Gostou do nosso conteúdo? Além deste, no nosso blog temos uma infinidade de materiais, dicas que com certeza podem te ajudar no dia a dia como empreendedor, confira também nosso post sobre como escolher um software de controle financeiro

Não esqueça de nos acompanhar pelo Facebook, Instagram, LinkedIn e nosso canal no Youtube. Se tiver alguma dúvida, pode entrar em contato com a gente.

Comentários