Como escolher o regime tributário para minha empresa?

Como escolher o regime tributário para minha empresa?

Como escolher o regime tributário ideal para sua empresa não é uma tarefa das mais fáceis. Com opções como o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido, tomar uma decisão deste calibre requer muita análise e conhecimento de mercado. Afinal de contas, ao optar por um regime que não seja a realidade do seu negócio pode lhe custar caro.

Ao fazer uma escolha correta, você poderá economizar ao pagar impostos e ainda ganhar créditos para a empresa se o pagamento for antecipado, o que é muito benéfico. Desta forma, é fundamental analisar com calma cada um dos regimes tributários existentes no Brasil. 

Enfim, essa dúvida é comum na cabeça da grande maioria dos empreendedores e você não está sozinho neste barco. Por isso, nós da ContabilizaRio preparamos este artigo em que explicamos o que é cada um dos regimes tributários e como fazer a melhor escolha para o seu negócio. Confira e tire suas dúvidas!

Quais os regimes tributários?

Escolher o melhor regime tributário não é tarefa simples. Para te ajudar neste processo, listamos os principais:

Simples Nacional

O Simples Nacional é um regime tributário que conta como vantagens o fato das alíquotas menores e a simplicidade da agenda tributária, o que facilita o seu controle. Nele se enquadram empresas com receita bruta de até R$ 3.600.000,00. Quando o faturamento for menor que R$ 600.000,00, é possível se enquadrar no modelo Supersimples. 

Esse regime apresenta ainda alíquotas reduzidas, pois impostos como PIS, Cofins, IPI, ICMS, CSLL, ISS, Imposto de Renda de Pessoa Jurídica e INSS patronal são unidos. Isso facilita o controle e reduz os custos.

Porém, para empresas prestadoras de serviço, o Simples Nacional não é o mais vantajoso, já que elas recolhem à parte contribuições de INSS e com isso, suas alíquotas sofrem variação conforme a folha de pagamento.

Lucro Real

Para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões ou do sistema financeiro, esse é o regime tributário obrigatório. Nela, as alíquotas são calculadas com base no lucro real, ou seja, levam em consideração o resultado da receita menos despesa. Isso exige muita organização com as contas para que nenhum erro seja cometido.

Lucro Presumido

No modelo de Lucro Presumido, qualquer empresa pode se cadastrar, desde que seu faturamento anual não ultrapasse os R$ 78 milhões. Para este modelo, o Imposto de Renda e a CSLL incidirão sobre uma alíquota definida pela Receita Federal.

E o MEI – Microempreendedor Individual?

Para os casos em que a empresa não fature mais de R$ 60 mil por ano, e que não existam sócios, uma excelente opção é tornar-se MEI (Microempreendedor Individual). Neste caso, a tributação é fixada em torno de R$ 50 ao mês, tanto para comércio quanto para indústrias — valor levemente maior no caso de prestador de serviço. Nestes valores já estão inclusos obrigações com a Previdência Social, ISS e ICMS.

Como escolher o regime tributário?

Antes de escolher o regime tributário para sua empresa é necessário considerar algumas questões, como àquele que mais seja adequado ao seu negócio. Uma análise cuidadosa e criteriosa é fundamental para que futuramente você não pague impostos além do devido.

Por isso, verifique sempre todas as possibilidades de tributação e analise aquela que você considera que melhor se encaixa a sua proposta. Há casos por exemplo que o lucro é menor que R$ 78 milhões, mas ainda é mais vantajoso aderir ao Lucro Real e não ao Presumido.

Outro ponto que merece atenção é a margem de lucro e não apenas o faturamento anual da empresa. Isso porque, por meio de tabelas dos regimes tributários, é possível saber a porcentagem que incidirá em impostos para a empresa.

Outro ponto que é importante destacar é que o enquadramento em um regime tributário não significa que você deverá ficar nele eternamente. Essa revisão pode ser feita anualmente e, conforme for, pode ser mudado para outro que seja considerado melhor para a empresa.

Lembre-se sempre que cada escolha deve ser bastante criteriosa e uma das melhores opções é contar com um contador de confiança para lhe orientar da melhor forma. Um profissional poderá analisar cenários, prever eventuais ganhos e indicar aquele que se encaixa perfeitamente ao perfil da sua empresa. 

Aqui na ContabilizaRio temos uma equipe especialista na área contábil que pode lhe ajudar a escolher o regime tributário ideal para sua empresa, onde você pagará apenas aquilo considerado justo em termos de imposto. Entre em contato com nossa equipe e tenha o melhor parceiro ao seu lado!

Comentários