Empreendedorismo na saúde: 4 oportunidades para médicos

Empreendedorismo na saúde: 4 oportunidades para médicos

Empreender na área da saúde tem sido o caminho escolhido por muitos profissionais que almejam se destacar no mercado, aliando conhecimento e inovação na prática da medicina.

Até porque, se antigamente ter uma graduação em Medicina era sinônimo de estabilidade e grandes salários, hoje os médicos enfrentam alta competitividade na área. 

Daí a importância de ter um comportamento empreendedor no dia a dia da sua clínica ou consultório médico.

Neste artigo, vamos abordar o empreendedorismo na saúde e trazer algumas tendências para médicos empreendedores ficarem atentos. Acompanhe a leitura!

O que é empreendedorismo na saúde?

O empreendedorismo na área da saúde é um conjunto de ideias e comportamentos que remetem à inovação, seja na criação ou no aperfeiçoamento de produtos e serviços voltados ao setor.

Ter esse olhar empreendedor traz transformações muito positivas para a sociedade e para o próprio empreendedor como:

1- Eficiência à gestão da clínica ou consultório;

2- Vantagem competitiva em relação aos outros profissionais da saúde;

3- Impactos sobre a qualidade de vida das pessoas;

Na obra A teoria do desenvolvimento econômico (1988), o economista Joseph Schumpeter aponta o empreendedorismo como um processo de “destruição criativa”

Segundo ele, esse processo visa “destruir” produtos e métodos tradicionais para levar melhorias ao mercado e à vida das pessoas através da eficiência e da qualidade encontradas em novos métodos e produtos.

Para empreender na saúde, por exemplo, não é preciso criar uma nova empresa do zero, basta trazer soluções inovadoras em:

  • sistemas
  • aplicativos
  • equipamentos
  • atendimento
  • melhoria de processos

Imagine que você quer reduzir o tempo de espera na sua clínica médica: uma alternativa inovadora poderia ser definir um tempo médio de atendimento para cada tipo de consulta e até implantar um software de gestão. 

Quais são as características principais de um empreendedor? 

O Sebrae listou alguns pontos que fazem parte de um comportamento empreendedor como:

  • Busca de oportunidades e iniciativa
  • Persistência
  • Correr riscos calculados
  • Exigência de qualidade e eficiência
  • Comprometimento
  • Busca de informações
  • Definição de metas
  • Planejamento e acompanhamento sistemáticos
  • Persuasão e rede de contatos
  • Independência e autoconfiança

Então, vemos que empreender vai muito além de ter uma empresa, mas de investir naquilo que pode ser substituído ou aperfeiçoado. Em resumo, inovar e assumir riscos.

4 tendências para empreender na área da saúde

Que tal saber como se diferenciar dos outros profissionais da saúde no seu empreendimento? Confira algumas tendências que você pode adotar na sua clínica médica!

1- Criação de produtos tecnológicos

Não é novidade que soluções tecnológicas são mais importantes do que nunca para atribuir eficiência à gestão de uma empresa e destacá-la no mercado.

Nesse sentido, médicos empreendedores podem inserir a tecnologia na clínica ou consultório através de medidas como:

  • Telemedicina: implementar práticas à distância, como o agendamento online de consultas, teleconsultas e receituário eletrônico para facilitar a vida dos pacientes;
  • Equipamentos modernos: contar com equipamentos atualizados e eficientes para proporcionar uma melhor experiência a todos;
  • Utilizar softwares de gestão para organizar a rotina de trabalho, otimizando o tempo da equipe e do paciente;
  • Criação de aplicativos para pacientes;

Lembrando que aplicativos de saúde e dispositivos wearables (que monitoram o corpo) têm mostrado grande crescimento. Um exemplo destes wearables são os smartbands e os smartwatches, muito utilizados por pessoas que praticam exercícios ou que possuem alguma comorbidade.

Outro exemplo são as plataformas auto explicativas, como o WordPress (criação de sites) o iClinic (gestão do consultório) e o Google CloudPatform (criação de apps) que possibilitam fácil gerenciamento e uma gama de opções para os utilizadores.

Em resumo, não é preciso ter tanto conhecimento técnico para usufruir da tecnologia e implementá-la no seu empreendimento.

2- Marketing de Conteúdo 

Já se perguntou como atrair e fidelizar pacientes para sua clínica médica? Ou então criar autoridade na área da saúde? Pois uma estratégia de marketing bem feita pode fazer toda a diferença!

Nesse sentido, o marketing de conteúdo aparece como um ótimo método de divulgação, uma vez que a base dessa estratégia é a produção e divulgação de conteúdos que agreguem valor ao leitor. 

Você pode produzir blogposts sobre assuntos da saúde para esclarecer dúvidas e, de quebra, se destacar em relação à concorrência.

3- Técnicas para aumentar a satisfação do paciente

Para fortalecer cada vez mais a clínica no mercado, é essencial manter um contato próximo com o paciente. Isso significa oferecer serviços e um atendimento de qualidade.

Aqui um software de gestão pode ser de grande ajuda, já que ele contribui para agilizar os processos, reduz erros, facilita o agendamento da consulta, e ainda aproxima clínica e paciente por meio dos canais de comunicação.

Então a dica é estar sempre atento em proporcionar um atendimento eficiente e de qualidade. Lembre que o paciente pode indicá-lo para outras pessoas e até fazer críticas negativas sobre seus serviços. 

Se quiser saber com maior precisão o que eles estão achando dos atendimentos, faça pesquisas de satisfação após as consultas, perguntando como foi a experiência dos pacientes desde a marcação da consulta até o retorno.

Também é pertinente perguntar onde os novos pacientes ficaram sabendo dos seus serviços para investigar se estratégias de marketing estão funcionando ou se você foi indicado.

4- Treinamento de funcionários e criação de uma cultura organizacional

Empreendedorismo na saúde é estar sempre adotando estratégias para melhorar a performance, criando habilidades de liderança e treinamento.

Já pensou que ao invés de ensinar a todos as mesmas competências, vale a pena focar nos pontos fortes de cada colaborador e desenvolvê-los? Há profissionais com talentos naturais que poderiam ser muito bem aproveitados!

Por isso, é essencial ficar atento na hora da contratação do time que irá trabalhar na sua clínica ou consultório médico.

Procure sempre analisar as habilidades pessoais, a disposição e facilidade para aprender e se os candidatos se identificam com os princípios da clínica.

Desafios para empreender na saúde

O empreendedorismo na saúde requer uma postura corajosa por parte dos profissionais, que além de inovar na área devem enfrentar desafios com a resistência de quem não quer abrir mão de uma visão tradicional. 

Mas sempre vale a pena quando se trata de trazer novas soluções para o mercado e para a sociedade como um todo!

Gostou do post? Então não deixe de conferir o artigo Como garantir o equilíbrio e a evolução da sua clínica médica?

Comentários